• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Tríduo Pascal

Veja mais notícias

Sexta Feira da Paixão – Paixão de Cristo
“Chegado ao meio-dia, houve trevas por toda a terra, até s três da tarde. Às três horas, Jesus exclamou em alta voz: “Eloì, Eloì, lema sabact ni?” que quer dizer: Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonaste? (…)Soltando um grande brado, Jesus expirou. (…)Ao vê-Lo expirar daquela maneira, o centurião, que se encontrava em frente d’Ele, exclamou: “Verdadeiramente este homem era o Filho de Deus”. Jesus, pregado na Cruz, imobilizado nesta terrível posição, invoca o Pai (cf. Mc 15, 34; Mt 27, 46; Lc 23, 46). Todas as suas invocações testemunham que Ele está unido com o Pai. “Eu e o Pai somos um” (Jo 10, 30); “Quem Me vê, vê o Pai” (Jo 14, 9); “Meu Pai trabalha continuamente e Eu também trabalho” (Jo 5, 17).

Sábado Santo – Círio Pascoal
Que está acontecendo hoje? Um grande silêncio reina sobre a terra. Um grande silêncio e uma grande solidão. Um grande silêncio, porque o Rei está dormindo; a terra estremeceu e ficou silenciosa, porque Deus feito homem adormeceu e acordou os que dormiam há séculos. Deus morreu na carne e despertou a mansão dos mortos. Ele vai antes de tudo procura de Adão, nosso primeiro pai, ovelha perdida. Faz questão de visitar os que estão mergulhados nas trevas e na sombra da morte. Deus e seu Filho vão ao encontro de Adão e Eva cativos, agora libertos dos sofrimentos.

Está preparado o trono dos querubins, prontos e a postos os mensageiros, construído o leito nupcial, preparado o banquete, as mansões e os tabernáculos eternos adornados, abertos os tesouros de todos os bens e o meio dos céus preparado para ti desde toda a eternidade”.