• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Tradição cultural e religiosa na Festa do Senhor Bom Jesus na Serraria

A comunidade tradicional caiçara da Praia da Serraria, em Ilhabela, realizou a Festa em Louvor ao Senhor Bom Jesus no último sábado (6/8). O evento esperado todos os anos pelos moradores locais contou com apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura. A animação da Festa do Padroeiro ficou por conta do grupo “Pronúncia no Olhar”.

Além da missa, a programação religiosa também contou com batizados e primeira comunhão. A festa é uma das mais antigas do arquipélago e mantém viva algumas características como o levantamento do mastro, a fogueira, a reza e o baile. A data é aguardada com expectativa pelos moradores, que trabalham a cada ano para receber mais visitantes e manter a tradição passada de pai para filho. A Praia da Serraria fica na região leste do arquipélago, onde é possível chegar apenas de barco.

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PPS), acompanhou o pároco da cidade, padre Daniel de Santo Inácio, na visita comunidade e participou de momentos importantes da festa, como a missa em louvor ao padroeiro e a “Ucharia”, um almoço preparado pelas mulheres da Serraria e servido comunidade e visitantes. “Nós estamos aqui para prestigiar essa festa realizada com tanto carinho por vocês moradores e para mostrar que estamos trabalhando pelas comunidades tradicionais.

Senhor Bom Jesus – Padroeiro da Serraria
Uma das lendas acerca da origem da imagem do Senhor Bom Jesus em Ilhabela remete a um navio que, saído de Portugal, seguia ao Brasil até ser abordado pelos holandeses e, com receio de ter seus objetos profanados, a tripulação lançou todos eles ao mar, inclusive a imagem de Bom Jesus.
Meses depois, um grupo de pescadores avistou algo estranho entre as ondas do mar, que foi por eles resgatado. Quando se aproximaram, perceberam que se tratava da imagem de Bom Jesus e foi levada para a Praia da Serraria pela família de José Leopoldino dos Santos, conhecido por todo o arquipélago como Juca da Serraria. Como nas primeiras festas, o oratório até hoje é todo ornamentado com flores de papel crepom.

Fonte: PMSS