• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Palavra do Pastor – Mês de Agosto de 2011

Veja mais notícias

O mês de agosto, conforme o costume da Igreja no Brasil, é dedicado oração, reflexão e ação nas Comunidades sobre o tema das vocações.  A proposta tem sido a seguinte:

1ª. Semana: vocação para o ministério ordenado: diáconos, padres e bispos;
2ª. Semana: vocação para a vida em família (atenção especial aos pais)
3ª. Semana: vocação para a vida consagrada: religiosos(as) e consagrados(as), seculares;
4ª. Semana: vocação para os ministérios e serviços na Comunidade.

A Pastoral Vocacional consiste na ação da Comunidade Cristã, ministerialmente organizada, que visa  fazer com que todo cristão, desde os primeiros anos da meninice, desenvolvendo a vocação fundamental santidade e Missão que brota do Batismo, descubra a própria vocação pessoal, e encontre as condições necessárias para o amadurecimento e a perseverança. Visto que se trata da nossa colaboração com a ação de Deus que, ao mesmo tempo, se reflete no destino e na vida do homem e da mulher, é preciso não esquecer algumas premissas que dão o verdadeiro sentido ao empenho vocacional. Indico apenas três:

-Antes de tudo, a iniciativa de Deus. : Toda vocação na Igreja tem a sua origem em Deus !  O Espírito distribui a cada um o seu carisma. A vocação ao ministério ou vida consagrada é um ato de predileção divina. Não é escolha ou decisão do homem: “ Não fostes vós que me escolhestes, mas eu é que vos escolhi a vós (Jo. 15,16)

– Em segundo lugar, as necessidades da Igreja: As vocações são para que possa realizar a sua  Missão de sacramento de salvação no mundo. “Deus não permitirá que faltem ministros para a sua Igreja” afirmou  de maneira concreta o Concílio Vaticano II, referindo-se s vocações sacerdotais (Optatam Totius, 6). É para este mundo em que vivemos hoje que a Igreja precisa das vocações de todos os cristãos e, de modo particular também das vocações ao ministério sacerdotal e aos diversos tipos de Vida Consagrada … Em nosso mundo tão cheio de esperanças e anseios Deus continua a chamar, para que a Igreja possa servir ao mundo que ama !

– Em terceiro lugar, a complementaridade de todas as vocações: Os carismas tem como finalidade a renovação e a edificação da Igreja (Lumem Gentium, 12) . Ela deve crescer, expandir-se, chegar a realizar o seu destino de ser a Comunidade de “toda criatura”!  A teologia atual dá grande importância essa finalidade eclesial de todas as vocações: Todas as diversas vocações se interrelacionam e se completam para servir a única Missão da Igreja (Ad Gentes,15; Lumem Gentium 12). As vocações se definem em função da comunhão dentro da igreja e na sociedade.

O primeiro objetivo então da pastoral vocacional é cultivar e fazer o cristão viver com convicção a sua primeira e fundamental vocação: a vocação fé, o chamado a fazer parte do povo de Deus! A razão mais alta da dignidade humana consiste na sua vocação comunhão com Deus ! Desde o seu nascimento o homem é convidado ao diálogo com Deus !  Por isso, felizes de nós e de todos os que nascem num lar cristão, que tem uma família e que tem uma mãe que apresenta Deus juntamente com o leite materno…

A vocação ao sacerdócio e vida consagrada se insere assim no círculo mais amplo da vocação cristã fundamentada no sacramento do Batismo, embora não exista um cristão genérico… Toda pessoa em algum momento da vida é chamada a assumir na Igreja tarefas bem determinadas e deve descobri-las. Os psicólogos associam esse momento opção fundamental na vida.  A vivência nas Comunidades cristãs, o exercício dos diversos serviços  e uma verdadeira pastoral vocacional ajudam a descobrir e amadurecer a vocação específica de cada um .

No próximo dia 28 convido a todos, especialmente os jovens que se encontram em período de discernimento a participarem com vibração e entusiasmo do tradicional evento preparado pela nossa Pastoral Vocacional Diocesana, o Pró-Vocação !

Demos glórias a Deus Pai, Filho e Espírito Santo que tem permitido vivenciar essa animação em nossas Comunidades e Paróquias nesses 12 anos de nossa querida diocese de Caraguatatuba!  A prova maior desse nosso dever de gratidão é a  bela colheita vocacional que  poderemos testemunhar no próximo dia 09  de Agosto, s 19h00 em nossa Catedral, quando terei a incomparável alegria de ordenar diáconos os seminaristas Carlos Alberto Rodrigues, João Marcos da Silva, Manoel Leite Silva e Márcio Jose Fraga .

Nossa Senhora, a Mãe das vocações, rica de graças e generosa em distribuí-las continue auxiliando a esses novos diáconos e a todos os vocacionados para serem fiéis e perseverantes dispensadores dos dons que o Espírito lhes confia nessa nobre e santa Missão de servir no e pelo amor de Cristo !  Cordialmente e no desejo de servir sempre mais e melhor,

+Antonio Carlos Altieri,sdb

Bispo Diocesano