• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

“Dois homens olharam através das grades de uma prisão; um viu lama e o outro, estrelas. (Santo Agostinho)

Veja mais notícias

A vida depende do modo como a vemos. Tudo depende para onde olhamos, os projetos que planejamos. Se buscamos a Deus e sua Palavra santa, nossa vida será feliz. Se buscamos nossas vontades egoístas colheremos mesquinhez e solidão. Muitas pessoas passam a vida a reclamar e não sabem agradecer as dádivas recebidas. Pensam que nada dá certo e sempre são as primeiras a desmotivarem outros a seu redor. É como um homem na prisão que, ao olhar a janela apenas vê a lama do chão. Outros há porém, que mesmo em situações difíceis, como a prisão, o sofrimento, a perda de um ente querido, acabam por olhar pro alto, buscando as estrelas, a luz do sol  e  a esperança que não se apaga. Encontram no céu o estímulo para fazer de novo, fazer novo, fazer diferente, fazer a diferença. Tudo depende das disposições interiores que cultivamos. Tudo depende da garra e da força de vontade que vamos investir para um futuro melhor. Somos livres para escolher e, se há algo que Deus jamais interferirá, será em nossa liberdade. Ainda que nossas escolhas nos levem para longe de sua presença. Não somos fantoches nas mãos do bem e do mal. Somos seres livres, racionais, criado a imagem e semelhança de Deus mesmo. O Senhor respeita tudo aquilo que nos deu e nos chama a sermos construtores de nossa própria história. Certamente, se pedirmos a Ele não nos faltará graça e auxílio oportunos para prosseguirmos neste caminho, já que o trabalho mais difícil é o trabalho sobre nós mesmos. Com sua graça e presença tudo se faz novo, tudo tem sabor e cor, tudo reflete a sua glória e poder. Vamos com ele; Ele vai conosco!

Seminarista Bruno César de Almeida Silva, Diocese de Caraguatatuba