• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Assinada a “A Alegria do Evangelho”, primeira Exortação de Francisco

Veja mais notícias

Na missa conclusiva do Ano da Fé, domingo, 24, Francisco fez a entrega simbólica de sua primeira Exortação Apostólica, ‘Evangelii gaudium’ (A Alegria do Evangelho).

De forma simbólica, o texto foi entregue 36 pessoas de 18 países: um bispo, um sacerdote e um diácono; além de religiosas, seminaristas, catequistas, uma família, um homem com deficiência visual (que recebeu uma versão em CD), jovens, confrarias e movimentos eclesiais. O grupo foi escolhido para evocar cada evento do Ano da Fé realizado no Vaticano.Além destes representantes, foram também convidados dois jornalistas e dois artistas, para evidenciar “o valor da beleza como forma privilegiada de evangelização”.
A “Evangelii Gaudium”, segundo o Presidente do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella, contém “uma missão que é confiada a cada pessoa batizada para se tornar evangelizador”.
Depois da Encíclica “Lumen Fidei”, publicada no início de julho, assinada por Francisco, mas escrita a ‘quatro mãos’ com Bento XVI, este é o segundo grande documento do Papa argentino.
A Exortação traz as recomendações emersas no Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização, realizado no Vaticano em outubro do ano passado, mas segundo antecipado pelo Vaticano, “terá um âmbito mais vasto”. O documento será apresentado segunda-feira, 25, imprensa, mas a divulgação está autorizada somente a partir de terça-feira, 26 de novembro.

Na conclusão de seu encontro com os fiéis, este domingo, 24, o Papa fez uma saudação especial a todos os que trabalharam na realização do Ano da Fé:
“Uma saudação e um agradecimento de coração a Dom Rino Fisichella, que conduziu este caminho. Agradeço-lhe muito, e também a seus colaboradores”, disse Francisco. Dom Fisichella foi o responsável pela coordenação de todo o programa de eventos do Ano da Fé. (CM-RV)