• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

“A oração é um grito da alma para Deus.”

Veja mais notícias

Quando criança, aprendemos a conhecida música: mãezinha do céu eu não sei rezar, só sei dizer que eu quero te amar… e embalados ao som desta canção conversávamos com a Santa Mãe de Deus e lhe pedíamos que levasse nossas preces simples e humildes ao coração de nosso bondoso Deus. Costumeiramente ouvimos muitas pessoas dizerem que não sabem rezar. Ora pois, a oração é um grito da alma a Deus, um clamor que brota da mais profunda necessidade humana de se encontrar com nosso criador e mestre.

Dizer que não se sabe rezar pode muitas vezes significar que não guardamos algumas fórmulas que a Igreja nos apresenta e que nos ajudam a rezar melhor, mas a oração é fruto de um coração agradecido e confiante, que emite aos céus seus clamores e agradecimentos, confiantes na providência daquele que escuta e responde a seus filhos. Jesus ensinou seus discípulos a rezar e a igreja ensina seus fiéis a oração. Sem oração a Igreja não consegue anunciar a Palavra de seu mestre, que vai sendo semeada em meio a perseguições, mas, animada sempre mais pela força do Espírito Santo. Esta força é sentida na oração. Esta por sua vez é o combustível do cristão.

A oração é sempre um diálogo sincero e humilde do ser humano com Deus. Supõe falar, supõe ouvir. É o misto da Palavra que cria uma realidade  nova e do silêncio que contempla aquilo que veio a existência. Rezar nunca é demais e não prejudica a saúde. Pelo contrário, rezar trás saúde. Muitas pesquisas científicas mostram claramente esta realidade: pessoas de fé vivem mais e melhor. Isto nada mais é do que o verdadeiro contato com aquele que é e tem a verdade de nossa vida, de nossa existência, de nossos questionamentos.

Neste tempo especialmente em nossa diocese, juntamente com a proposta de Dom Altieri, rezemos pela escolha de nosso próximo bispo diocesano para que nos ajude ainda mais a anunciar a Boa nova do Reino e tornar assim, Cristo mais conhecido, assumido e amado!

Seminarista Bruno César de Almeida Silva, Diocese de Caraguatatuba.