• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

“A ingratidão é uma espécie de fraqueza. Nunca ouvi dizer que homens de valor tivessem sido ingratos.” (Goetthe)

Veja mais notícias

A gratidão é uma virtude das mais belas e palpáveis. Agradecer a alguém um dom, um benefício, um presente é um ato sublime e espontâneo que brota do coração de quem foi aprendendo nas lições da vida o que é o amor. De fato, parece ser o amor que move nossas ações na direção do bem. Não são as obrigações que formam os heróis mas, as atitudes livres, desinteressadas, espontâneas, sem necessidade de recompensas e elogios. Deus nos proporciona em sua infinita bondade a capacidade de nos relacionarmos criativamente, sempre buscando realizar o inimaginável. Há sempre a possibilidade de surpreender a quem se ama e ser por este surpreendido. É exatamente este gostinho de liberdade, de criação, de possibilidade que faz da vida uma aventura a ser vivida e sempre desejada. Todas essas capacidades podem ser potencializadas para o bem, onde está, sem sombra de dúvida, a força do amor que gera gratidão e aniquila do coração toda ingratidão que faz morrer nossa liberdade e criatividade. A frase escolhida para nosso dia de hoje nos faz refletir sobre nossas fraquezas, especialmente da ingratidão, e reconhecer que a vida se realiza plenamente quando somos capazes de lançar um olhar, um afeto, um obrigado na direção de quem realmente importa, de quem nos é caro e com quem aprendemos a decifrar e acolher os enigmas surpreendentes e positivos da vida. Quem se sabe agradecido vive mais, vive melhor e vive mais feliz. Já se lembrou de agradecer alguém hoje por ajudar a tornar seu dia mais bonito? O que temos a agradecer a Jesus, que deu sua vida por nós e está constantemente a cuidar de cada um de nós?

Seminarista Bruno César de Almeida Silva, Diocese de Caraguatatuba