• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

“Quem não vê bem uma palavra, não pode ver bem uma alma.” (Fernando Pessoa)

Veja mais notícias

Grande é a capacidade humana de se comunicar. A linguagem é o modo por excelência de comunicação. Tudo é linguagem. O ser humano é atravessado em sua existência pela linguagem. É por ela que comunicamos nossos sentimentos, pensamentos e atitudes. No que tange a comunicação, um dos grandes dons que Deus nos concedeu é a capacidade de interpretar. Somos capazes de ver um gesto e interpretar o que ele quer dizer. Ouvimos uma frase e podemos compreender muitas outras que estão por detrás daquela. Jesus era mestre em compreender aquilo que não estava dito ou estava nas entrelinhas de quem dizia. Certa vez ao ser questionado pelos discípulos sobre a Lei, Jesus lhes pergunta: O que está escrito? e logo em seguida os pergunta ainda: Como lês? Um dos textos mais fortes para demonstrar a capacidade de Jesus de ver além das Palavras, de ver  a alma. Quem não consegue ouvir as palavras, entendê-las  e interpretá-las também não saberá entender a alma humana. Tanto a linguagem como a pessoa humana são dignas de serem interpretadas, compreendidas e amadas. Sem isso, corremos o risco de nos tornarmos meros repetidores de leis e sentenças e deixamos de lado nossa humanidade que nos permite ver além e amar sem medidas… Quem sabe ler e não apenas ajuntar letrinhas é alguém que é especialista em humanos também. Quanto maior nossa capacidade de comunicação maior nossa capacidade de sermos humanos: dom e tarefa a nos concedida pelo Deus da Revelação, que se deixa encontrar por quem o procura.

Seminarista Bruno César de Almeida Silva, Diocese de Caraguatatuba