• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Tríduo em honra a N.Sra de Aparecida

Em comemoração ao dia da mãe Aparecida nossa Paróquia realizou nos dias 9, 10 e 11 de outubro o Tríduo em Honra a Nossa Senhora Aparecida.

No dia 9 (1º dia), o tema da celebração foi; Maria, Coração Proclamador da Misericórdia. Quem partilhou da palavra nesse dia foi o seminarista Carlinhos. Sua homilia trouxe Maria como o grande modelo de entrega da nossa igreja, pois o seu sim foi totalmente sem reservas, e nela as leituras desta noite tiveram um único sentido.

É necessário que assumamos a nossa fé em atos assim como Maria, pois ela, quando ouve o anúncio do anjo, diz “sim” e se põe a caminho. Maria trouxe ao mundo o salvador e dele foi sua primeira peregrina. Anunciou aos povos que o banquete de Deus estava pronto e que todos serão seus convidados de honra, mas, para participar desse banquete só é preciso estar verdadeiramente trajando as vestes da vontade de Deus, da graça de Deus. Maria já esta mesa e  ansiosamente espera por nós ao lado de seu filho Jesus. Para isso anunciemos o  evangelho não só em palavras, mas em atos também. É preciso revestir-se da vontade de Deus, só assim não seremos o convidado indesejado. Irmãos, não desperdicemos os dons que Deus coloca na mesa para nós, o evangelho é prática. E foi com essa mensagem que Carlinhos terminou sua homilia, muito bem conduzida e acolhida pela comunidade que caminha e persevera na fé cristã.

 

TRÍDUO EM HONRA A NOSSA SENHORA APARECIDA

2º DIA – MARIA, CORAÇÃO INSPIRADOR DA MISSÃO.

No segundo dia do tríduo nos deparamos com o seguinte tema; Maria, coração inspirador da missão. Esse tema nos levou a seguinte reflexão: Como nos colocamos diante da missão que Deus nos apresenta? A atitude de Maria foi sublime e única. Ao ouvir o chamado, após a anunciação ela pôs-se a caminho. Quantos de nós ainda hesita em pôr-se a caminho? Ser missionário é deixar fascinado e com fome de vida quem escuta as palavras do Redentor. Ser missionário não é só dizer sim ao projeto de Deus, mas cumpri-lo de maneira virtuosa, não pela metade. A homilia deste segundo dia do tríduo ficou por conta de nosso pároco padre Julián. A comunidade do Morro das Moças ficou encarregada da música e a liturgia ficou por conta do Apostolado da Oração.

Que Maria nos inspire sempre para realizarmos tudo o que Deus deseja para nossa vida.

TRÍDUO EM HONRA A NOSSA SENHORA APARECIDA

3º DIA – MARIA, CORAÇÃO GERADOR DA VIDA.

 

No terceiro e último dia do tríduo em honra a Nossa Senhora Aparecida um tema envolveu-nos de corpo e alma. Como estamos tratando a nossa vida ou de que forma estamos respeitando a vida do próximo?

Vivemos em um tempo em que os prazeres do mundo são o que há de melhor. Drogas, sexualidade, homossexualidade, alcoolismo, prostituição, aborto, tudo isso e muito mais tem sufocado de maneira desesperadora nossas vidas, impedindo assim que se crie em nossos corações um sentimento solidário e justo. Maria é para nós o exemplo de quem acolheu a Cristo e nunca mais separou-se dele. Maria anuncia, com esperança, o novo tempo que se inicia com Jesus. Mostrando assim que não é uma mulher voltada apenas para os interesses pessoais ou de sua família, ela foi uma mulher totalmente comprometida com a vida e a história de seu povo. Diante de todas essas aflições que corroem o mundo não podemos cruzar os braços e esperar que um dia tudo passe. Assumamos a mesma atitude de Maria, vamos anunciar que o Reino de Deus é incompatível com qualquer situação desumana. A homilia desse dia ficou por conta da Irmã Verônica do convento das Carmelitas. A música foi muito bem executada pela equipe do coral infanto-juvenil da Bela Vista, e a liturgia foi realizada pela pastoral Fé & Cultura.

Que Deus nos abençoe e nos dê um coração semelhante ao de Maria. Um coração plenificado pelo amor divino que é e será um coração gerador de vida para todas as pessoas em todos os tempos.