• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

“Meu Deus, leva-me ao arrependimento, constrange-me à sincera contrição e à sólida conversão do coração a ti.” (São Padre Pio)

Veja mais notícias

É tempo de voltar ao coração de Deus. No centro de nossa vida e no íntimo de nosso ser está o desejo de Deus, que se deixa encontrar todos os dias, velando e desvelando sua face, se escondendo por detrás das montanhas, como um Pai brincando com seu filho pequeno. Deus é assim: um Pai que se deixa encontrar, um amigo a nos guiar, um Deus a quem se deve buscar.

Muitas vezes o nosso caminho pode nos desviar o olhar e a atenção. Nesta hora somos chamados a recobrar nossas forças e reorientar nossos pensamentos, revendo nossa meta e retornando ao primeiro amor que nos moveu e nos fez caminhar. Desviar nossa atenção no caminho, faz arder o coração de quem se distraiu. Neste momento, somos chamados ao arrependimento e, a partir dele, uma sincera contrição e uma profunda conversão que nos conduza novamente ao coração do amado de nossa alma.

A profunda conversão pode provocar dor na alma do fiel, quando percebe o mal que praticou, mas, nada que se compare a grandiosidade do amor e da felicidade que o envolve, pois Deus mesmo, enche sua alma de alegria e esperança, concedendo-lhe graça maior para seguir e fazer acontecer a sua Palavra, na liberdade e na santidade.

Neste dia renda-se ao amor de Deus e deixe a sua graça atuar em ti, gerando vida na sua vida. Nunca deixe de acreditar que o Senhor está perto de ti, ao teu lado, caminhando contigo e semeando por meio de suas mãos o bem e os benefícios próprios do amor sincero que sempre sabe a hora de recomeçar. Recomeçar é seguir em frente sem medo de errar.

Seminarista Bruno César de Almeida Silva, diocese de Caraguatatuba