• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Mensagem do Bispo Dom José Carlos para De Praia em Praia Dez/Jan 2015

Veja mais notícias

Meus caríssimos creio que todos somos tentados a dizer: como passou rápido!!! Já é final de ano outra vez! Outra vez é Natal! Outra vez Deus acredita que é bom começarmos mais um Ano Novo! Por isso nos oferece tudo de novo! Mais uma vez o ano que passa trouxe-nos tantas coisas boas. Mas parece que só sobrou coisas ruins… tantas guerras diferentes destruindo a vida de tantas maneiras diferentes. Será que queimando ônibus e carros, explodindo lojas, degolando inimigos, distribuindo drogas conseguiremos construir um mundo de paz?

         Porque é Natal outra vez, devemos tomar consciência de que Deus não abandona a sua obra. Deus não se cansa de nos dizer que nos ama. Nós é que nos cansamos de ler suas mensagens a cada passo. Por isso nossa Diocese ousou rever corajosamente seus projetos. Em nossa assembleia diocesana lançamo-nos com ousadia no Projeto Diocesano de Pastoral cujo título é: “Construindo comunhão”. Será nossa maneira de ler a vontade de Deus nos caminhos da história dessa diocese. Como não queremos construir sobre a areia dos equívocos e desconhecimentos, procuraremos descobrir a rocha da realidade em que vivemos. Assim não nos iludiremos. Isso dará trabalho? Sim! E muito. Coincidirá com o ano da Vida Consagrada proclamado pelo Papa Francisco. Temos algumas congregações religiosas tradicionais como as Irmãs da Congregação das Filhas da Caridade Canossianas, as Irmãs Servas de Santa Teresinha, as Irmãs da Congregação do Bom Pastor, as Irmãs da Congregação das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, os Freis Franciscanos Menores e Conventuais, e as consagradas em estilo novo e recente na Igreja como as corajosas e batalhadoras jovens da Comunidade Palavra Viva presentes em nossa diocese desde o ano 2000. Rezemos pois, durante todo este ano de 2015 por estas mulheres e homens consagrados ao serviço da Igreja nas Congregações. Deus seja sempre força e ânimo a todos. Saibam superar todas as dificuldades com perseverança e oração. Muito obrigado a todos eles e elas pelo trabalho silencioso e constante muitas vezes incompreendido e desvalorizado.

         O Concílio Vaticano II vem já há cinquenta anos lançando um novo olhar sobre a Igreja e sobre o mundo. Devem ser os nossos olhos que hoje dão profundidade aos anseios do Concílio. Essa missão será simplesmente impossível sem a fundamental participação dos leigos que formam a maioria do corpo da Igreja.

Peço ao Divino Espírito Santo, Padroeiro de nossa Diocese que ilumine nosso Projeto Diocesano de Pastoral e faça dele como que, novas lentes, que venham corrigir a nossa miopia. Possamos acolher com carinho a nossa real situação pastoral e diocesana. Tenho certeza que descobriremos tesouros escondidos mais que pecados e problemas.

Por isso evoco mais uma vez o espírito Natalino. Deixemos brotar do fundo de nossos corações esse grito constante pela PAZ. Grito que não pode ser sufocado nem substituído pelas inúmeras promoções natalinas do comércio. O mundo tenta substituir a aurora da Vida e a esperança de recomeçar sempre de novo pela imagem do Papai Noel. Embora seja chamado de o “bom velhinho”, simpático sim, mas é um velho… não consegue romper tantas necessidades mais profundas do ser humano. Então, é hora de despertar para o fato do Novo. Deus se faz criança, Vida Nova… Recomeço… Esperança… Humildade… Amor… O Verbo Eterno do Pai Criador para não nos assustar se faz criança para indicar que toda a sua força deve brotar do fundo de um coração simples e humilde que confia e que não é soberbo.

Desejo em nome da Diocese de Caraguatatuba um santo e abençoado Natal e um início de Ano Novo de 2015 cheio de esperança e de novas possibilidades.

Santíssima Virgem Maria, és aquela “que sabe transformar um curral de animais na casa de Jesus, com uns pobres paninhos e uma montanha de ternura” (Papa Francisco – EG 286), faz do nosso Projeto Diocesano de Pastoral “Construindo Comunhão” mais um ‘paninho’ nesta mangedoura onde deve nascer a Vida Nova oferecida pelo Criador.

 Dom José Carlos Chacorowski CM

Bispo Diocesano de Caraguatatuba