• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Preparando o 3º Domingo do Advento

Veja mais notícias

1. Aprofundando os textos bíblicos: Isaías 61,1-2- a.10-11; Salmo(Lc 1,46-54); 1Tessalonicenses 5,16-24; João 1,6-8.19-28

João Batista é enviado por Deus para dar testemunho da luz, a fim de conduzir o povo fé em Cristo (vv.6-7). Esse testemunho essencial da chegada da luz verdadeira começa diante dos representantes das autoridades políticoreligiosas de Jerusalém que insistem em perguntar: Quem és? João declara que não é o Messias. Muitos aguardavam alguém como Elias para restaurar e preparar a vinda do Senhor. Apoiados na promessa de Dt 18,15.18, esperavam o Messias como o novo Moisés, o Profeta por excelência, que renovaria os prodígios do Êxodo. João é a voz que clama no deserto para aplainar o caminho do Senhor (v.23; Is 40,3). Sua voz profética anuncia: no meio de vós está alguém que não conheceis (v.26). Seu batismo com água, nas margens do Jordão, relembra a passagem no fim do Êxodo (Js 3), prepara para fazer a travessia e celebrar a salvação de Deus em Cristo. Como sua missão está voltada para o Cristo Salvador, João afirma: É necessário que ele cresça, e eu diminua (3,30). Na 1ª leitura, o profeta é ungido pelo Espírito para anunciar a alegre notícia da libertação ao povo humilde, que vivia na opressão em Judá, após o exílio na Babilônia. A proclamação do tempo da graça do Senhor suscita louvor e ação de graças (vv.10- 11). O salmo é o cântico de Maria que exulta de alegria em Deus Salvador, pois estende sua misericórdia a todos os que o temem. A 2ª leitura convida a ser alegres e orar sem cessar, buscando o auxílio do Espírito para discernir sempre o que é bom.
2. Atualizando

Celebramos hoje o domingo da alegria, porque Jesus está em nosso meio e continua atuando através da nossa dedicação em construir o seu Reino.

3. A palavra de Deus na celebração

Recebemos do próprio Senhor o dom da alegria de entrarmos hoje no mistério do seu natal e a graça da vigilância na oração e na ação (Prefácio Advento, II). Na partilha da mesa eucarística somos felizes porque somos convidados para participar do banquete nupcial do Cordeiro, que já está no meio de nós.

4. Dicas e sugestões

No rito do envio acentuar a alegria da espera. Alegraivos sempre no Senhor. O Senhor está perto. Ide em paz e que a alegria do Senhor seja a vossa fortaleza. Outras sugestões, no Dia do Senhor, Ciclo do Natal, ABC, p. 81-85.