• caraguatatuba
  • ilhabela
  • são sebastião
  • ubatuba

Quaresma dos cristãos católicos reflete Fraternidade e Políticas Públicas em 2019

Quaresma dos cristãos católicos reflete Fraternidade e Políticas Públicas em 2019

 

A Igreja Católica inicia mais uma Quaresma na próxima quarta-feira de Cinzas (6/3), tempo em que os cristãos se recolhem, buscando mais reflexão, oração e penitência,  em preparação para a Páscoa. O período tem duração de 40 dias, numa alusão à passagem de Jesus pelo deserto. Todas as 19 Paróquias da Diocese têm programação para a data (vide calendário com horários abaixo).

Desde 1964 esse período é vivenciado pelos católicos junto com a Campanha da Fraternidade, que propõe anualmente um tema inspirado em uma realidade desafiadora da sociedade. Em 2019, a reflexão será sobre Fraternidade e Políticas Públicas – “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27). A abertura oficial da Campanha da Fraternidade Diocesana está marcada para quinta-feira, 7 de março, às 19h30, com a Santa Missa na Catedral Divino Espírito Santo, no Indaiá, em Caraguatatuba, presidida pelo Bispo Diocesano Dom José Carlos Chacorowski.

De acordo com o texto base da CF 2019, elaborado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a intenção é suscitar na sociedade a importância de ser partícipe na garantia da efetivação das “políticas públicas”, ou seja, ações e programas desenvolvidos pelo Estado, para garantir e colocar em prática direitos previstos na Constituição Federal e Leis correlatas (moradia, emprego, saúde, etc., para todos, sem distinção).

“Que fique bem claro que o tema não se trata de política partidária, mas da política que envolve a vida das pessoas enquanto cidadãs, enquanto contribuintes”, explica Cláudio Roberto Pihão, Coordenador Diocesano da Campanha da Fraternidade, que ressalta também que a escolha do tema para reflexão das Campanhas é feita com dois anos de antecedência. “Para a Igreja, quando o povo participa, há uma outra dimensão, é interessante incentivar as pessoas a se engajarem neste tipo de discussão, apesar de estarmos num tempo em que não querem discutir, falar em política, é necessário abordar e falar na política que vem beneficiar a coletividade”, complementa. Na Diocese de Caraguatatuba estão sendo feitas diversas formações setorizadas nas quatro cidades litorâneas para formar multiplicadores do tema e trabalhar a sensibilização não apenas nos 40 dias da Quaresma, mas o ano inteiro.

O Padre Moisés do Nascimento, Assessor Diocesano da Campanha da Fraternidade e Pároco da Paróquia São José, na Topolândia, em São Sebastião, explica a importância do cristão católico vivenciar a Quaresma. “A observância da Quaresma, inspirada nos 40 dias de Jesus no deserto e todas suas reflexões, tentações pelas quais ele passou, nos mostra que o homem, mesmo na sua realidade humana, pode também alcançar a realidade divina quando nas suas escolhas, decisões, reflexões, se penitencia para chegar mais próximo de Deus. O que fica mais forte nesse período são os exercícios de conversão, que devem são oração, jejum e a esmola e devem ser realizados sempre no intuito de imitarmos a Deus no amor fraterno, na prática da esperança, na busca da mudança de vida. Esses exercícios atingem diretamente nosso relacionamento com Deus pela oração, com a natureza criada, pelo jejum e com o próximo, pela esmola”, finaliza.